Esta semana a comunidade do surfe está assistindo a mais uma etapa do Circuito Mundial, que está rolando na África do Sul, mais precisamente em Jeffrey’s Bay ou J-Bay. O pico é uma baía formada por várias zonas de rebentação, sendo a ‘supertubos’ a principal e mais importante. Sendo este, inclusive, o lugar onde está rolando o Corona Open J-Bay, uma onda bastante extensa que quebra para direita.

Os supertubos de Jaffreys Bay. Foto: Kelly Cestari / WSL

Diz a história, que esta onda só foi surfada mesmo, em 1964, por surfistas locais, mais apenas em 1981 que J-Bay entrou no calendário de provas da atual WSL. Os pioneiros foram os surfistas Terry Fitzgerald (Austrália) e o ídolo sul-africano Shaun Tomson que foi, inclusive, o primeiro campeão desta competição.

Altas direitas tubulares. Foto: Kirsten Scholtz

Mas J-Bay viu também o nascimento de outro herói do esporte, quando foi testemunha da performance do australiano Mark Occhilupo, em 1984, quando ainda era um garoto no auge dos seus 18 anos de idade.

O australiano Mark Occhilupo foi descoberto durante competição em J-Bay. Foto: Reprodução

Na edição de 2006, a baía foi palco de um duelo eletrizante entre o americano Kelly Slater e o havaiano Andy Irons (*1978-2010). Na ocasião, Slater conquistou o sétimo título de campeão mundial em uma final contra o havaiano, nos últimos segundos.

Kelly Slater e Andy Irons (que saudades!). Foto: Reprodução

Mas este paraíso do surf, com uma direita tubular interminável, também tem seus perigos e em 2015 um enorme tubarão branco interrompeu a final entre os australianos Mick Fanning e Julian Wilson. Um grande susto, vivido por Fanning ao sofrer um ataque, que reagiu rapidamente e não se feriu. Ufa!

O susto vivido pelo Mick Fanning. Ainda bem que deu tudo certo! Foto: Reprodução

Este ano, outro tubarão veio passear pela Baía de Jeffrey, interrompendo a disputa das quartas de finais entre o brazuca Gabriel Medina e mais uma vez Mick Fanning. Mas, devidamente monitorado, o “monstro dos mares” voltou para sua casa e o campeonato seguiu seu curso.

Tubarão interrompe prova do J-Bay Pro, nesta quarta, 19. Foto: Reprodução

Sem dúvidas, J-Bay rende fortes emoções!

Final de tarde em J-Bay. Foto: Gumboot Camera / WSL

Foto da capa Kelly Cestari / WSL